Então e a gravidez?

Ora então que por aqui andamos, grandes e pesadas, com uma bola a fazer de barriga e um bebé a crescer.

Entrei oficialmente no terceiro trimestre e curiosamente já começo a sentir os seus efeitos mas o segundo foi tranquilo e maravilhoso. Sem dúvida, o meu preferido. Zero enjoos, zero sono extra, zero cansaço. Energia para dar e vender (e falamos um bocadinho sobre isso aqui)

Nas últimas semanas a barriga deu um salto significativo e começo a entrar naquela fase em que tenho de ser criativa para ter posição para dormir e em que sinto efectivamente que me canso mais.

Dizer isto, eu que acho que sou super mulher e posso fazer tudo, é admitir uma fraqueza que gostava que ficasse reservada mais para as trinta e oito semanas. Mas a verdade é que há dias em que sinto mesmo bastante cansaço e em que juro que vou abrandar o ritmo.

Até abrandar efectivamente, continuo a fazer tudo, incluindo colos e banhos da C. mas sinto que para já ainda consigo. Acho que o importante é saber ouvir o nosso corpo e parar quando ele manda parar.

Quanto à bebé, mexe imenso, curiosamente bastante à noite o que só pode querer dizer que está a aproveitar ao máximo as noitadas que ainda lhe restam já que a partir do nascimento será um sossego (certo filha?) e já conseguimos ver uns saltinhos na barriga.

Contamos entretanto à C. que vem aí uma irmã e tem sido giro ver algumas reacções dela, como o pai fazer uma festinha e ela dizer preocupada "cuidado com a minha irmãzinha!" ou eu sair de casa e ela ficar e vir dar-me um beijinho a mim e outra à barriga. Um doce! 

Na parte logística, não tratei do quarto nem das malas mas como será um processo fácil, qualquer destes dias poderei fazê-lo. Vamos montar o berço que era da C. (e já foi meu!) no nosso quarto e criar se possível um espaço para muda fraldas. De resto, há algumas comprinhas a fazer, como os produtos de higiene e fraldas, mas ainda não é uma urgência. Roupas, mantas, lençóis estamos devidamente abastecidos e a loucura que queria fazer já a fiz: comprei um marsúpio apto desde o nascimento (o nosso é a partir dos 6 meses) e imagino a minha vida vestida com a pequenina a ir buscar a mais crescida.


Em termos de tempo, o fim da gravidez está tão próximo como o final do ano (sensivelmente) o que significa que será tudo a voar (como de resto até aqui) por isso haja saúde!

3 Coisas dos outros

  1. É isso: haja saúde e que continue tudo a correr bem! :)

    ResponderEliminar
  2. Por aqui estamos de 18 semanas e o primeiro trimestre caracterizou-se pelo sono a dar de si e pouco mais. Zero enjoos até agora. Mas este mês tenho-me sentido mais cansada, mais vulnerável, mais irritada. O trabalho não ajuda de todo e se na primeira gravidez, trabalhei até à véspera do nascimento da minha filha, desta vez acho que não vou seguir tal coisa, até porque estou a esquecer-me de me pôr em primeiro lugar. A barriga já se nota e bem e quiça acho que estou um "pouquinho" mais larga do que na primeira gravidez, comparando as mesmas fases.

    Que tudo nos corra bem! :)

    ResponderEliminar