A normalidade pode ser maravilhosa

Acordar às oito para alimentar a fera que dá ares da sua graça no berço.
Deixar bebé e respectivo pai a dormir enquanto se dá um salto ao supermercado.
Arrumar compras. Adiantar almoço. Dar de mamar.
Almoçamos. Tomamos café na pracinha enquanto que a piolha dorme no carrinho.
Voltar a casa. Tratar da roupa. Fazer um bolo. Mais logo o jantar. Quem sabe depois um filme. Ou um livro.
Outra vez a normalidade. Que é maravilhosa.

2 Coisas dos outros

  1. Que normalidade tão boa! Encontrei hoje o seu blog e vou voltar cá de certeza. Obrigada pela partilha e bom dia!

    ResponderEliminar
  2. Eu percebo o quanto saboroso podem ser esses momentos. Pelo menos por aqui, como são cada vez mais raros, sabem ainda melhor!

    ResponderEliminar