Velhos hábitos

Quando era mais pequena fazíamos imensas compras na La Redoute, na altura ainda por catálogo. Era um acontecimento sentar no sofá, escolher roupas fofinhas de entre todas as páginas, preencher a nota de encomenda, enviar e ficar na expectativa de ver se os artigos eram como aparentavam.
 
Há anos que nos deixamos disso.
O boom de lojas, shoppings, centros comerciais aniquilou a compra à distância, salvo em uma ou outra coisa e nunca mais me lembrei da La Redoute. Até há uns dias.
 
Uma amiga fã número um de comércio on-line falou-me desta loja e das boas compras que faz e eu, aproveitando a dica, fui visitar o site. Desgraça total, como se está a ver. Bodies, camisolas, pijamas e coisas fofas para a mais pequena e um vestido para mim. Aguardo expectante o culminar da experiência quando o carteiro me bater à porta. Cá voltaremos!

3 Coisas dos outros

  1. As minhas experiências em compras on line resumem-se a uma única vez em que encomendei um vestido e o tamanho supostamente M era super largo. Depois disso nunca mais tentei. Sei que há pessoas que fazem imensas compras assim, eu ainda não entrei nessa onda!

    ResponderEliminar