Um dia bom

O horário de acordar da minha filha "de manhã" é entre o meio-dia e a uma da tarde. Claro que antes disso comeu de madrugada e de manhã bem cedo, mas todas essas refeições são feitas no mais profundo sono. Só depois do meio-dia é que é realmente dia.
 
Hoje foi uma excepção.
Às nove da manhã estava feliz e contente no berço, entretida com as mãos, a "conversar" sozinha. Grande surpresa!
 
Aproveitando o dia maravilhoso de sol e a alvorada da mais pequena, meti pernas ao caminho até à praia. Não há nada melhor que ver o mar. E é pena que por vezes me esqueça disto porque eis um programa que podia fazer com mais frequência. Estacionei junto à marginal, ficamos ali no muro da praia o tempo suficiente para absorver a brisa, o ar, a energia. Depois caminhamos pela marginal até uma esplanada cheia de sol e calor, para um café e um livro. Tudo na melhor companhia. Um dia bom, como todos os dias devem ser.

1 Coisas dos outros

  1. Sabes uma coisa que lamento profundamente? Enquanto estive em casa a gozar a minha licença de dois meses e tal, devia de ter feito mais programas deste genero. Acho que passei demasiado tempo em casa, olhando bem para trás no tempo. E isso não facilitou os primeiros tempos.

    ResponderEliminar