"Ah poder exprimir-me todo como um motor se exprime"

Apetece-me juntar todos os cadernos, blocos, resmas, folhas soltas, todo o papel que encontre e escrever. Escrever, escrever, escrever, freneticamente, todas as ideias, palavras, pensamentos. Escrever tão depressa como penso, tão veloz como as ideias. Escrever. Sobre este momento, hoje, o que passou, o que virá. Futurologia em escrita, tempos idos em papel. Escrever. Gastar todas as canetas que encontre, deixar sem ponta todos os lápis, guardar para sempre o que penso, eternizar como fotografia, libertar a mente. E descansar depois.
 
 

2 Coisas dos outros

  1. Não sei se aontece contigo mas pelo menos comigo, acontece-me frequentemente começar um texto em pensamento. Flui de uma forma espontânea e coerente. Pego no papel e as palavras começam a encravar.

    ResponderEliminar
  2. Sim!! Talep e qual! Acontece imenso mesmo. Grandes obras de literatura na cabeça e depois no papel.. nada! ;p

    ResponderEliminar