Das nossas férias - estando

Aterramos em Newark às quatro horas, hora local, menos cinco que Lisboa. Uma grande confusão para qualquer cabeça, mais ainda se bebé. Esticamos a corda até perto das sete, para dar banho e deitar a C. 

A noite foi gira e às cinco da manhã já era uma festa, com um bebé sem sono e uns pais KO!

Os horários só afinaram talvez na quarta-feira, ou seja, quatro dias depois. Até aí houve alguma confusão nos sonos, ainda que normal, e noites interrompidas algumas vezes. A vantagem - porque tudo tem um lado positivo - acordávamos bem cedo e os dias eram compridos e bons, com programas em família, mimo e brincadeiras.

Nos primeiros dias esteve um calor infernal. A piolha transpirava de manhã à noite e usava o mínimo de roupa possível. As fotografias incluem todas pézinhos, bracinhos e pernas de fora. Uma delícia!

Passamos uma parte da semana na cidade onde o P. está e é bom fazer parte das rotinas, ir aos mesmos sítios, ver o que ouvimos falar.

Fomos também passar um dia a Philadelphia, dia de sol e bom tempo.

É uma experiência totalmente diferente fazer turismo com um bebé. Tudo se faz a um ritmo mais calmo, sem corridas, respeitando os timings dela. Por isso é nornal estarrmos parados a cada duas horas, sentados em parques ou esplanadas, coisas que raramente fazíamos ao visitar cidades novas, com fome de ver tudo.

Foi também este ritmo que nos permitiu dar sopas e papas em imensos parques diferentes e iniciar o movimento "uma fotografia em cada sítio onde se come." De resto, quando a fotos, pelo menos umas mil!

Na véspera do voo de regresso a Portugal, fomos para Nova York.
Voltar a Nova York era uma coisa que queria fazer há imenso tempo, sensivelmente desde que lá fomos, há cinco anos atrás.  Continua maravilhosa! Adoro a dinâmica, a vida, a cor. Desta vez chegamos de carro, o que também não deixa de ser uma experiência, e ficamos num hotel fofinho a algumas ruas de Times Square. Top! Até a pequenina adorou.

De adorar também, as compras que fiz.
Zero para mim e tudo para a C. Não se aguentam as coisas fofas  Desta vez, incluiu fatos de banho e laços para o cabelo. O delírio!

Passeios bons, família feliz, que é de resto o que se quer.
Fossem os EUA mais perto e era ver-nos lá semana sim, semana não.

1 Coisas dos outros

  1. A tua filha é pena não ficar com recordações desta bela viagem, mas certamente no futuro não falatrá oportunidades para ela reter algumas coisas. Não é toda a gente que se pode gabar de ter ido a Nova Iorque apenas com uns meses de vida :)

    ResponderEliminar