A praticidade das mamas

Ok, título estranho. Mas com uma razão de ser.

Amamentei em exclusivo até aos cinco meses e pico, hora em que tive de ir trabalhar e introduzi duas refeições diferentes.
Hoje em dia, com mais de sete meses, a minha filha já só mama à noite e de manhã antes de eu sair para o trabalho. Significa por isso que todas as refeições do dia são não leite 

Onde entra a praticidade das mamas?
Fomos passar o dia de ontem a Philadelphia, ou seja, todas as refeições dela fora de casa. Saímos de manhã por isso às 07.00 já eu estava a pé a preparar a sopa do almoço, a papa e a sopa do jantar (sim, são diferentes). Isto inclui ferver água para aquecer três termos, ferver água para encher um deles; medir a papa para por no tupperware, medir as sopas, levar a caixinha dos talheres com colhers e garfos, levar babetes de plástico e felpo, guardanapos, saquinho para guardar o que estiver sujo.. tudo isto por oposição a abrir a camisola e dar de mamar. Tão fácil, rápido e à temperatura ideal. E prático, sobretudo muito prático.

Amanhã vamos para Nova Iorque (yeah!!) e o cenário repete-se, com o adicional fruta. Lá vai mais uma caixa, uma faca ou um garfo para ter tudo preparado à hora de comer. Gostava mais das mamas, confesso.

1 Coisas dos outros

  1. Eu como nunca usei as minhas maminhas para esse efeito, que remédio tive de me habituar aos termos, à água fervida, etc. Sair de casa às vezes implica levar tudo atrás, só falta quase o periquito!

    ResponderEliminar