Somos meninas, nada a fazer

Ainda nas andanças das compras de Natal (essa boa vida!) e entre um livro de receitas de sushi para o meu irmão e um sobre o centenário que fugiu pela janela para o meu pai, ofereci um mimo a mim própria, de que falei aqui.

Foi pela capa e imagens, confesso, e essencialmente pelo ar de caderno que tem. Guardei-o bem guardado à espera de um dia de sol e foi no primeiro dia de férias que o abri.

Não sei se é bem, bem um livro, se mais um conjunto de dicas. Li meia dúzia de páginas e enchi-me de boas ideias, postas em prática de imediato.

Uma delas foi essa coisa de pôr as cores todas a combinar, numa dependência do pandã, que não é lá grande ideia.
No dia em que calhou ler essa parte preparava-me para sair de preto, saia e casaco. Foi com alguma frescura visual que me apercebi que um apontamento de cor totalmente diferente ia mesmo a calhar.

Ontem, falava-se dos cinco ou seis básicos do guarda roupa. Recordo os meus preferidos da lista apresentada: calças de ganga, blusão de cabedal, vestido preto e gabardine. Essenciais, nada de novo. A dica quanto a este último referia-se à forma de apertar; nada de fivelas certinhas, viva o ar desleixado do cinto. Hoje de manhã fui na gabardine, está bom de ver.

Não há aqui grande novidade, na verdade, mas apenas o recordar de princípios básicos e sobretudo o lembrar boas ideias, que isto de se ter de vestir todos os dias tem muito que se lhe diga
A ver vamos o que aprendemos hoje.

4 Coisas dos outros

  1. Um simples vestido preto com detalhe de cor fica girissimo :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Pois fica! Fiquei fã! :) vivendo e aprendendo!

      Eliminar
  2. Olha que maravilha!! Mudanças em 2014, isso sim é que é. Estou atenta a essas dicas e espero que a medida que vais aprendendo, partilhes conosco esses truques todos, porque precisamos sem dúvida.

    Beijinhos Cisca!

    Clênia Daniel.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ontem aprendi coisas sobre acessórios que hoje já estão em prática! :)

      Eliminar